NOTÍCIAS

Acesso ao Contorno de Castro alcança 73% de conclusão

19/02/2021

Da assessoria

As obras de pavimentação de 2,6 quilômetros e do viaduto no entroncamento da PR-090 com a PR-340, em Castro, na região dos Campos Gerais, alcançaram 73% de execução no começo deste ano. A conclusão está marcada para o primeiro semestre deste ano, se o tempo colaborar.

O investimento total do Governo do Estado é de R$ 14,7 milhões e está inserido no programa estratégico rodoviário que conta com apoio do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

As obras marcam uma nova proposta de escoamento da produção agrícola dessa região, marcada pela produção leiteira e de grãos. O viaduto e a nova rodovia também são parte do começo da nova ligação que acontecerá com a implementação do Contorno Norte de Castro, ligando a PR-090 diretamente à PR-151 (em direção a Ponta Grossa ou São Paulo) em um novo acesso. Castro é um dos nove municípios paranaenses com Valor Bruto da Produção Agropecuária (VBP) superior a R$ 1 bilhão.

“É uma obra muito importante para um município que precisa de novos caminhos de escoamento. Por um lado, inicia a modernização da PR-090 com um pequeno trecho pavimentado na entrada do futuro Contorno Norte, e do outro dá mais segurança ao trânsito que flui entre a PR-090 e a PR-340”, afirmou o secretário estadual de Infraestrutura e Logística, Sandro Alex. “É uma região onde transitam milhares de caminhões da Castrolanda, da Cargill, da Evonik Degussa e de diversas empresas menores todos os dias”.

A pavimentação já está praticamente concluída, inclusive com uma rotatória perto do pátio de caminhões da Cargill. As obras contaram com alargamento da pista, terraplanagem e asfalto com base, sub-base e CBUQ (Concreto Betuminoso Usinado a Quente), além de novos dispositivos de drenagem. A velocidade projetada para a pista é de 60 km/h.

Os trabalhos no viaduto com vão-livre de 5,5 metros, 30,6 metros de comprimento e 17,6 metros de largura (faixa de rolamento e faixa de acostamento) se concentram na instalação das vigas transversais. O modelo prevê quatro alças de retorno para gerar segurança em um ponto que registra trânsito de mais de mil veículos/dia em horários de pico – a pavimentação em três delas ainda não começou e a quarta será erguida no local onde atualmente flui o tráfego.

A intervenção ainda prevê iluminação e melhorias ambientais na rodovia como um todo. As obras começaram em janeiro de 2019.

“É uma intervenção bem importante para a região dos Campos Gerais porque prevê uma grande reestruturação do escoamento da produção e leva pavimentação de qualidade para a PR-090, que ainda tem diversos quilômetros com pavimento em situação muito primária”, ressaltou o diretor-geral do DER-PR, Fernando Furiatti. “Estamos construindo um legado duradouro para esse ponto, conhecido como Cruzo”.

Ele também destacou que Castro recebe outros investimentos. São 8,6 quilômetros de asfalto entre a sede do distrito de Socavão e a região do Pinheirão. Com grande fluxo de caminhões, que atendem indústrias mineradoras e a produção leiteira e agrícola da região, a estrada do distrito ainda é marcada pela poeira e buracos. A CCR Rodonorte executa na entrada da cidade o viaduto de acesso à PR-340, dentro do acordo de leniência firmado com o Ministério Público Federal.

CONTORNO NORTE – Neste mês também foi assinada a ordem de serviço para a execução do Contorno Norte de Castro. O investimento de R$ 78.978.622,85 é parte do convênio do Governo do Estado com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e ajudará a tirar o fluxo pesado de caminhões do Centro da cidade.

A implantação do Contorno Norte de Castro conectará as rodovias PR-151 e PR-090 com aproveitamento parcial de estradas vicinais. A extensão será de 15,62 quilômetros e o projeto inclui um viaduto sobre a PR-151 com 27 metros de extensão e uma ponte sobre o Rio Iapó com 320,6 metros de extensão e 14 metros de largura.

Haverá, ainda, uma interseção em nível no entroncamento com a PR-090, uma rotatória no acesso a Castrolanda e um trecho de 2,5 quilômetros com terceira faixa. O prazo de execução será de 24 meses. O consórcio responsável pela obra é o Bandeirantes/Gaissler.

Segundo o projeto, cerca de 55% do tráfego da PR-340 poderá ser desviado para o Contorno Norte a partir da sua conclusão. As obras preveem sinalização, drenagem, desapropriações, cercas, dispositivos de segurança e um amplo programa de recuperação ambiental. A velocidade máxima para todo trecho será de 80 km/h, com uma faixa de rolamento de 3,6 metros por sentido e acostamentos de 2,5 metros para cada lado.

O viaduto da PR-151 manterá a rodovia em mesmo nível, mas os acessos serão executados em desnível para quem deseja acessar o contorno vindo de Piraí do Sul ou para retorno de quem vem de Ponta Grossa. Todas as pistas terão faixas de segurança e os primeiros quilômetros contarão com pista dupla. A ponte possuirá acostamento e sete pilares sobre o leito do rio.

A interseção na Castrolanda será executada em formato de relógio (rotatória), com acesso à cooperativa e à PR-090, e o contorno se encerra no Pátio de Triagem da Cargill. O projeto executivo da Engemin foi financiado pela Castrolanda, Cargill e Evonik Degussa, com investimento aproximado de R$ 1,2 milhão.