NOTÍCIAS

Governo facilita acesso a microcrédito para empreender.

04/07/2018

Da assessoria.

A partir deste mês, trabalhadores parananenses que queiram abrir um negócio podem procurar qualquer umas das 216 Agências do Trabalhador do Paraná para ter acesso ao Microcrédito Fácil, ofertado pelo Governo do Estado por meio da Fomento Paraná.

O limite é de R$ 10 mil para pessoas físicas e até R$ 20 mil para pessoas jurídicas, com empresas já formalizadas.

O convênio para ampliação da oferta de crédito foi assinado nesta terça-feira (2), no Palácio Iguaçu, em Curitiba, pelo secretário de Estado do Trabalho e Relações com a Comunidade, Paulo Rossi, e o diretor-presidente da Fomento Paraná, Vilson Ribeiro de Andrade.

Para Paulo Rossi, facilitar o acesso ao microcrédito é uma forma de contribuir com a geração de renda no Estado. “Essa determinação de expandir ainda mais o crédito demonstra o compromisso do Governo do Estado em adotar políticas públicas voltadas ao trabalhador, que estimulem o emprego, renda e gere oportunidades para o cidadão”, afirmou ele.

PESSOA JURÍDICA - O Microcrédito Fácil está disponível para empreendedores informais, microempreendedores individuais (MEI) e microempresas que tenham faturamento anual de até R$ 360 mil. O recurso pode ser usado para ampliar pequenos negócios, com obras de reforma, ampliação, compra de máquinas, equipamentos e também capital de giro, para manutenção do empreendimento.

“O empreendedor faz o investimento naquilo que acha melhor para o seu negócio, de acordo com a análise de crédito, e o recurso pode ser pago em até 36 parcelas com taxa de juros que está entre as menores do mercado”, disse Ribeiro de Andrade.

Desde 2011, a Fomento Paraná contratou R$ 2,5 bilhões em operações de financiamento do setor público e privado, sendo que desse total R$ 260 milhões foram financiamentos de microcrédito, que beneficiaram em torno de 26 mil empreendimentos. “A nossa meta é contratar R$ 65 milhões em operações desse tipo somente em 2018”, disse Ribeiro de Andrade.

CENÁRIO - Por meio de parcerias com prefeituras, associações comerciais, sindicatos e outras entidades, a Fomento Paraná mantém atualmente 260 pontos de atendimento com 200 agentes de crédito capacitados e certificados. Com a nova parceria com a Secretaria Especial do Trabalho e Relações com a Comunidade, aumentar o número de postos de atendimento deve crescer.

PRESENÇAS – Participaram da solenidade os secretários de Estado de Desenvolvimento Econômico, Virgílio Moreira Filho; Agricultura e Abastecimento, George Hiraiwa; o superintendente do Incra, Walter Pozzobon; o diretor de Mercado da Fomento Paraná, Claudio Massaru Shigueoka; e o diretor-presidente da Femoclan, Nilson Pereira.