NOTÍCIAS

Saúde intensifica a vacinação contra o sarampo

13/08/2019

Da assessoria

Em cumprimento à determinação da Secretaria de Estado da Saúde (SESA) a Secretaria Municipal de Saúde de Castro está alertando a população para a vacinação contra o sarampo. De acordo com a SESA, no último dia 7, após 20 anos, foi confirmado um caso na Região Metropolitana de Curitiba de uma moradora que viajou a São Paulo no mês de julho, onde mais de 900 casos da doença já foram confirmados.

De acordo com a supervisora de Vigilância em Saúde, Marielen Wieczorek Nocera, é preciso ficar em alerta para evitar novos casos. "Vamos intensificar a imunização e atualizar as carteiras de vacinação para que não estiver imunizado, para evitar novos casos da doença", disse.

Quem deve tomar a vacina

A vacina contra o sarampo integra o calendário nacional de vacinação. A primeira dose é aplicada aos 12 meses de vida e a segunda dose aplicada aos 15 meses na vacina tetra viral que previne sarampo, rubéola, caxumba e varicela/catapora. Quem tem até 29 anos deve receber duas doses para a imunização.

Para a população entre 30 e 49 anos uma dose em qualquer momento da vida já é o suficiente. Em pessoas maiores de 50 anos a vacina é indicada apenas nos casos de bloqueio vacinal após a exposição com casos de suspeita da doença ou confirmados. Pessoas imunodeprimidas, grávidas e menores de seis meses de idade não devem tomar a vacina. 

O Ministério da Saúde também orienta que crianças de seis meses a menores de um ano de idade que vão se deslocar para municípios que apresentem surto ativo de sarampo devem ser vacinadas contra a doença pelo menos 15 dias antes da data da viagem.

Os profissionais da área da saúde devem ser vacinados com as duas doses da tríplice viral em qualquer faixa etária, independente se atuam na atenção primária, secundária ou terciária.